3 contos de Liev Tolstói que você precisa conhecer

Eu estou cada vez mais apaixonada pela literatura russa. Todos os livros de escritores russos que eu li me surpreenderam muito, dentre eles, “A morte de Ivan Ilitch” de Liev Tolstói, ou Leon Tolstói, como ele também é chamado no Brasil, que já é uma das melhores leituras desse ano. Por isso, quando eu fiquei sabendo que a UFRGS oferece um curso gratuito sobre contos de Liev Tolstói, eu não tive dúvida – precisei me matricular.

Na verdade, o curso conduz a leitura e a análise não apenas dos contos de Tolstói, mas também do escritor russo Anton Tchékov, que é um contista maravilhoso. Aliás, se puder, leia essa resenha sobre “A dama do cachorrinho e outros contos”, o livro é fantástico!

E foi através desse curso que tive a oportunidade de ler e estudar o conto “Senhor e Servo” de Tolstói. Esse conto pode ser encontrado no livro “Senhor e servo e outras histórias”, publicado pela Editora L&PM Pocket com a tradução de Tatiana Belinky. Nessa obra, além do texto trabalhado no curso, você também pode ler outros dois contos.

Mas como não gosto de deixar um livro pela metade, especialmente se for um livro curto – esse livro tem apenas 79 páginas – decidi ler todos os contos e compartilhar minhas impressões com você.

Foto de Fabian Mardi via Unsplash.

Os 3 contos de Liév Tolstói

Além de Senhor e Servo, que é o conto mais longo, nesse livro, você também vai encontrar o conto O prisioneiro do Cáucaso e Deus vê a verdade, mas custa a revelar.

Antes de me aprofundar em cada um deles, preciso te adiantar que Tolstói é conhecido por apresentar lições de vida em suas obras. Alguns acham seus escritos são muito moralistas, mas eu acredito que seus textos instigam a reflexão e ajudam o leitor a enxergar a vida de outra forma, a se lembrar daquilo que é realmente importante, e é exatamente isso que acontece nos contos apresentados abaixo.

Senhor e Servo

Um conto sobre as relações de poder na sociedade russa e sobre a relação entre o homem e a natureza. A história gira em torno do senhor Vassili Andréitch, proprietário de terra e extremamente ganancioso, e do servo Nikita, humilde e trabalhador, que acompanha o patrão numa viagem para a compra de uma terra. No caminho, eles enfrentam uma nevasca terrível.

Eles poderiam ter aguardado o tempo melhorar, mas Vassili, com sua ambição e egoísmo, decidiu seguir viagem mesmo com as condições climáticas complemente incompatíveis com a viagem, o que não dá muito certo.

A forma como cada um desses personagens lida com a situação adversa, com a frustração, com o medo da morte e, mais importante, como lidam um com o outro durante a tempestade, incentiva reflexões importantes sobre humildade, pobreza, riqueza, poder e até a fragilidade do ser humano diante da força da natureza.

O desfecho desse conto me lembrou o final do livro A morte de Ivan Ilitch, ou seja, é bem impactante e igualmente reflexivo.

O prisioneiro do Cáucaso


Um conto sobre coragem e luta pela sobrevivência. A história conta a aventura de Jílin, um oficial do exército russo que serve na região do Cáucaso e que foi sequestrado pelos tártaros durante uma viagem de volta para casa, quando o jovem tentava visitar a mãe à beira da morte.

Na sua prisão, ele tenta enganar os tártaros, enviando o pedido do resgate para o lugar errado, ao mesmo tempo que consegue se mostrar útil para as pessoas da comunidade.

Sua postura forte e determinada a sair daquela situação contrasta com a postura de seu companheiro do exército, Kostílin, que também foi sequestrado, mas que não consegue reunir forças para acompanhá-lo na tentativa de volta para casa. Mas Jílin não disiste e consegue fugir daquela situação.

Sem dúvidas, a luta desse oficial pela sobrevivência é realmente inspiradora e tudo é contado numa narrativa eletrizante, que não dá vontade de parar de ler.

Deus vê a verdade, mas custa a revelar

Mas o meu conto preferido desse livro fala sobre o conflito entre perdão e vingança.

Deus vê a verdade, mas custa a revelar conta a história do jovem comerciante Aksionov, que passa 20 anos na cadeia em função de um crime que não cometeu. Ele foi acusado de matar o companheiro de quarto durante uma viagem.

O mais interessante é que, antes de viajar, sua esposa disse que havia tido um sonho ruim com o marido e que não queria que ele viajasse. Mesmo assim, Aksionov seguiu em frente e os acontecimentos seguintes o levaram à prisão.

Os castigos físicos e a prisão na Sibéria transformaram o comerciante. Ele perdeu a alegria, perdeu a juventude ao longo dos anos, perdeu o rigor físico, mas se tornou uma pessoa mansa, confiável e temente a Deus.

E é na prisão que ele se depara com o verdadeiro autor do crime que o levou àquela situação. Ao ler o desfecho dessa história, é impossível não se lembrar de como o mundo é injusto e de que, apesar das situações, perdoar é a melhor maneira de encontrar a nossa paz.

Conclusão

Que livro maravilhoso! Que contos inspiradores! Todos eles possuem um ensinamento por trás da história. Todos promovem algum tipo de reflexão importante sobre a vida. Por isso, eu acredito que você deveria investir nessa leitura.

Gostou do livro? Então TOQUE AQUI para garantir o seu exemplar!

Publicado por

Curiosa, apaixonada por livros e completamente consciente de que ainda tem muito a aprender. Acredita que a educação e o trabalho não apenas libertam, mas também te fazem transbordar. E isso está ao alcance de todos.

2 thoughts on “3 contos de Liev Tolstói que você precisa conhecer

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s