Resenha: Harry Potter e a câmara secreta

Confesso que de toda a saga, o livro Harry Potter e a Câmara Secreta é o que eu menos gosto. Não que ele seja ruim e que a leitura também não seja fácil e cativante, mas eu acredito que os outros livros possuem histórias melhores. Também admito que essa opinião pode ter sido influenciada pelo fato de que eu assisti o filme até enjoar rsrs, porque meus pais haviam comprado o DVD (isso já faz uns 10 anos) e eu assistia sempre que eu podia…

Porém, a leitura desse segundo livro é indispensável para a compreensão da história, além de ter passagens interessantíssimas e ser cheio de aprendizados, assim como Harry Potter e a Pedra Filosofal. Por isso, apesar de não ser o meu preferido, eu amei essa releitura e no texto de hoje eu vou compartilhar com você alguns dos pontos que, ao meu ver, merecem o destaque nesse livro.

Lembrando que eu li o e-book disponível no plano Kindle Unlimited, do qual sou assinante, e que conta com 224 páginas. Eu gostaria de comprar o box completo. Porém, enquanto não tenho dinheiro para isso, vou aproveitando os e-books mesmo.

Harry Potter e a Câmara Secreta

(Atenção!!! Contém spoiler!)

De forma resumida, a história desse livro gira em torno do mistério da Câmara Secreta e do possível retorno do Herdeiro de Sonserina, o único que pode controlar o monstro que vive dentro da Câmara, capaz de atacar e matar os trouxas (os que não nasceram bruxos). Por saber falar com cobras, muita gente suspeita que Harry é o temido herdeiro, o que não passa de um grande engano, como você pode ler no livro.

Algumas das passagens mais interessantes desse livro envolvem a participação de Dobby, o elfo doméstico que tenta, com todas as forças e medidas atrapalhadas, impedir que Harry permaneça em Hogwarts. Essa pequena criatura é fã do menino que sobreviveu e acaba tomando medidas drásticas e perigosas para “salvar” Harry, uma vez que ele sabe dos planos malignos envolvendo o retorno do herdeiro à Escola de Bruxos. O problema é que ao invés de ajudar, parece que ele quer matá-lo, em função das medidas radicais que ele adota, gerando cenas que chegam a ser engraçadas.

As passagens que envolviam o Professor Gilderoy Lockhart também chamaram a minha atenção nessa leitura. Ele não passa de um charlatão, que se aproveita de histórias de terceiros para vender seus livros e se promover, o que o deixou famoso, especialmente entre as mulheres, por também ser um homem muito bonito. O mais impressionante é que, mesmo com todas as mentiras, ele conseguiu o cargo de Professor das Artes das Trevas em Hogwarts.

Mas isso pode estar relacionado ao fato de Lockhart ser muito bom de la´bia e muito dissimulado, além de terrivelmente vaidoso e experiente em se promover. Os diálogos entre ele e Harry, para mim, são terríveis, porque não gosto de conviver com pessoas com esse tipo de comportamento. (Xô falsidade! Xô gente arrogante!)

E não posso deixar de falar da família Malfoy nessa trama. O personagem Lucius Malfoy, pai de Draco Malfoy, é um exemplo perfeito para aquele famoso ditado “filho de peixe, peixinho é”. Afinal, ambos são arrogantes, intolerantes e, portanto, insuportáveis. Já nesse livro você entende que essa família nunca deixou de servir Lorde Valdemort e que já existia uma conspiração para tentar trazê-lo de volta.

Por fim, não posso deixar de falar de Tom Riddle e seu diário maligno que foi parar nas mãos de Gina Wealey, irmã mais nova de Rony, melhor amigo de Harry Potter. Para mim, o relacionamento que se estabelece entre a inocente Gina e o poderoso Tom é um excelente exemplo de amizade tóxica, marcada por pura manipulação e chantagem emocional. É incrível o que pessoas manipuladoras e maldosas conseguem fazer na vida de terceiros, não é? Aqui vemos um exemplo disso.

Aliás, Tom Riddle é o jovem Lorde Voldemort, que mais uma vez tenta retornar dos mortos, utilizando os meios mais macabros possíveis. É interessante notar que, desde muito novo, ele já apresenta um caráter meio duvidoso e uma ânsia por poder, que o tornou o que vemos nos livros posteriores.

Leia esse livro

Esses são apenas alguns dos pontos de destaques dessa história, que é repleta de lições sobre a importância das escolhas, da verdade, dos relacionamentos saudáveis (fuja de manipuladores e pessoas que fingem ser quem não são) e da coragem. (Obras de ficção também tem muito a oferecer de aprendizado!).

Por isso, se você ainda não leu Harry Potter e a Câmara Secreta, recomendo fortemente que você continue a leitura da saga e mergulhe nessa leitura cheia aventuras e ensinamentos.

Transparência: Eu participo do programa de afiliados da Amazon. Por isso, ao adquirir qualquer produto utilizando o link disponível nessa postagem, você me ajuda a manter meu trabalho aqui na internet. Muito obrigada!

Publicado por

Curiosa, apaixonada por livros e completamente consciente de que ainda tem muito a aprender. Acredita que a educação e o trabalho não apenas libertam, mas também te fazem transbordar. E isso está ao alcance de todos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s